sábado, 6 de julho de 2013

Carta para meu dono


Carta para meu Dono,

Olá,

Eu sou aquele que sempre lhe espera.
O seu carro tem um som especial, e
eu posso reconhecê-lo entre mil. Os seus passos têm um timbre de magia,
eles são música pra mim.
A sua voz é o sinal maior do meu momento feliz
e às vezes você nem precisa falar nada.

Quando sinto sua tristeza, eu tento te fazer sorrir.
Se vejo que está alegre, como isso me faz feliz!
Eu não sei o qual é o melhor aroma no
ar. Só sei que o seu perfume é o melhor.
De algumas presenças eu gosto,
de outras não.
Mas a sua presença é a que movimenta os meus sentidos.

O seu olhar é um raio de luz quando percebo o seu despertar. As suas
mãos sobre mim têm a leveza da paz.
E quando você sai, tudo é vazio outra vez.
E eu volto a te esperar sempre e sempre. Até você chegar
novamente.

Esperar pelo som do seu carro... Pelos seus passos... Pela sua voz...
Pelo seu cheiro... Pelo seu repouso sob minha vigília à noite... Pelo seu olhar... Pelas suas mãos fazendo carinho em mim.
Eu sou aquele que te espera... Eu sou seu cão! E sou feliz por ser assim!

Se eu destruir algo, desculpa-me, é que
não sei o que faço quando estou brincando com as suas coisas, não conheço o valor dos seus objetos e não estrago por má intenção.

Se eu soubesse falar, quantas palavras bonitas eu diria a você...
Se você soubesse como fico feliz quando passeio contigo, mesmo que você
não perceba, eu fico muito feliz!

E quando eu estiver velho, por favor, lhe dei meus melhores anos, não me abandone.
E, se lhe causei algum dano, peço-lhe perdão...

Chegará o dia, em que partirei dessa vida, e quero que saiba que lá no céu, eu sempre serei
grato por tudo o que você fez por mim, e principalmente pelos anos que
passamos juntos...

Com carinho, Cãozinho.

(Autor Desconhecido)

domingo, 4 de dezembro de 2011

Hospede de 4 patas

A quinta onde estou hospedada recebeu esse final de semana hospedes acompanhados de seus cães.
Impressionante como nem se notava q haviam cães no hotel. Podia-se até notar a presença dos donos, mas nunca dos cães.
Me fez lembrar disso aqui:

domingo, 27 de novembro de 2011

Homenagem a minha amiga Lú Fumagalli




"Eu teria morrido naquele dia
Se não tivesses sido tu.

Eu teria desistido da vida
Se não tivesse sido esse teu olhar carinhoso.

Eu teria usado as minhas garras de medo,
Se não fossem essas tuas mãos suaves.

E teria partido desta vida
A acreditar
Que nenhum humano jamais se preocuparia comigo
A acreditar
Que não havia mais nada a não ser
Ter o pêlo emaranhado
Ter a pele comida pelas pulgas
Ter frio
Ter fome.

Eu teria deixado esta vida
Sem saber que ainda existe gente boa o suficiente para nos dar camas quentes e
confortáveis para dormir
Sem saber como é bom ser amado por alguém
Sem saber que mereço ser amado simplesmente porque existo.

Mas tu mostraste-me e deste-me tudo isso
O teu olhar carinhoso,
O teu sorriso amável,
As tuas mãos suaves,
O teu grande coração
Salvaram-me

Tu salvaste-me do terror da rua
As memórias da minha vida antiga são apenas isso,
memórias
Tu ensinaste-me o que significa ser amado.

E já te vi fazer o mesmo com outros
Assim, abandonados como um dia também fui

Eu já te ouvi perguntares-te em tempos de crise:
"Porque faço isto?"

E
Quando já não há dinheiro,
Quando já não há espaço,
Já não há casa.
Mesmo assim
Tu abres o teu coração ainda mais,
Esticas o pouco dinheiro que te sobra

Mas digo-te:
Agradeço-te com todo o amor que brilha nos meus olhos
Da melhor maneira que sei

E lembro-te,
Em nome dos "resgates" que já fizeste
E que ainda fará
Que eu sou a razão
Os animais antes de mim foram a razão
Como o são os que vierem depois de mim

As nossas vidas já não existiriam,
O nosso amor nunca seria partilhado,
Pois nós teríamos morrido
Se não tivesses sido Tu!!

(Autor desconhecido)

terça-feira, 18 de outubro de 2011

As prioridades da vida de uma mulher moderna, inteligente e bem AUCÃOpanhada!

Meu marido sumiu!!!!

Enquanto isso, na delegacia:

Mulher: Meu marido sumiu!!!...
Policial: Qual é a altura dele?
Mulher: Eu nunca perguntei qual era a altura dele…
Policial: Ele é magro, é saudável?
Mulher: Não é muito magro.... acho que é saudável...
Policial: Qual a cor dos olhos dele?
Mulher: Marrom claro ou meio verde... Eu nunca prestei muita atenção…
Policial: E a cor dos cabelos?
Mulher: A cor dos cabelos dele muda de acordo com o sol que ele pega…
Policial: O que ele estava usando?
Mulher: Terno, ou talvez uma coisa mais casual, eu não vi quando ele saiu…
Policial: Havia alguém com ele?
Mulher: Sim, meu cachorro!... Um Labrador chamado Calvin, amarrado numa coleira dourada, altura 80 cm , saudável, lindos olhos caramelos, pelo marrom quase preto, a unha do seu dedão esquerdo estava um pouquinho lascada, ele nunca late, estava usando também uma linda roupinha dourada com listras azuis, ele não gosta de comida vegetariana, a gente come junto, a gente corre junto, muitas vezes ficamos só alí, lado a lado, fazendo companhia um para o outro… E
a mulher começou a chorar…

Policial: OK.Vamos procurar pelo cachorro primeiro!!!

quinta-feira, 13 de outubro de 2011